07/08/2009

Tô Put* Mesmo!

*por Olga Gonçalves Lima Peixoto (Chocolate com Pimenta)

Se tem uma coisa que me incomoda é pessoa SEM CONSIDERAÇÃO. Sério, eu fico emputecida muito brava. Conviver com pessoas assim faz com que meu dia fique uma bosta muito desagradável, e apesar de eu não ser a responsável pela falta de consideração do indivíduo, isso acaba me afetando.

Eu trabalho desde muito jovem e obviamente eu sei falar ao telefone (com clientes, fornecedores, etc.) e passar recados da forma mais educada e eficiente possível — apesar de eu odiar tais tarefas. E se eu falo uma coisa, eu cumpro. Se eu falo para o fornecedor que vou retornar para dar uma data de previsão de pagamento, é isso que eu faço.

Porém, quando dependemos de outra pessoa, fode tudo a coisa fica mais difícil. E aí entra outra coisa que eu simplesmente odeio: depender dos outros. Arrg, odeio falar "Fulana, o Ciclano quer falar com você" e daí ficar segurando o fone na mão, esperando a boa vontade da Fulana de atender e a desgramada ela simplesmente fingir que, além de o Ciclano não existir, eu sou uma miragem enviada do além.

Porque no final das contas ela fica quieta, acaba nem me respondendo e muito menos falando com o Ciclano, né? Falta de educação pra cima de mim? Necatibiriba, minha filha! Faço uma cara de "me poupe" e solto um: "Olha, Fulana, é a quadragésima nona vez que o Ciclano liga, será que dá pra você fazer o favor de dar uma resposta a ele? Obrigada."

E o pior é que isso não acontece só no ambiente de trabalho, pois dentro de casa e entre amigos, falta de consideração também é comum. Tenho uma amiga que simplesmente tomou doril desapareceu depois que começou a namorar o grudento que ela conheceu havia cinco dias.

E daí, quando eu ligo para convidar ela e o engronha respectivo e respeitável namorado para sairmos, ela inventa uma desculpinha qualquer e diz que vai me ligar no dia seguinte para marcamos um programa "only girls".

Jacaré ligou? Não! Nem a amiga. E quando eles estão longe e brigam, de quem será que ela lembra? Da mocoronga aqui, que pelo visto só serve para ter o ouvido feito de patente — ou latrina, como preferirem (joga no Google!). Ahh! Vê se não cansa minha beleza, inferno!

Sem falar naquela amiga que era suuper amiga enquanto trabalhavámos juntas e daí virou crente evangélica, fez macumba de tudo para casar com o namorado e agora nem lembra que as amigas das antigas existem. E o pior, quando a questionamos, ela responde com um "estou vivendo outra época".

AHH, CALA A FUCKIN' BOCA meeo. Outra época??? Ah tá, voltou pra idade da pedra, foi? Só porque eu bebo cerveja (e outros) e faço sexo antes do casamento (como ela também fazia e depois mudou para obrigar o namorado a casar), frequento festas e dou muita risada eu devo ser filha do demo. Me engana que eu gosto, hunf! Preconceitinho besta, heim.

E hoje eu sei que educação é algo que não se compra e é uma virtude que nem todo mundo possui. Assim como saber ter consideração pelas pessoas!







*Olga é mimada, perversa e cheia de vontades. Travou uma disputa desonesta com Ana Francisca pelo coração de Danilo, e usando seus amigos e agindo de forma vergonhosa única para atrair a atenção do moço, chega a humilhar sua "adversária" num baile. Porque ela PODE!

7 comentários:

Rê :) disse...

HUAHAUAHUAHUAH, adorei o desabafo! Tb me sinto assim. E geralmente essa "espécie" de pessoa afeta meu dia mesmo, me deixa totalmente emputecida, HAUHAUAHAU!

Bah tive que rir da tua neurose, essa eu nunca tinha visto, neurose de filme, HUAHAUAHUAHAUH! Muito boa!!!

Bjos, bom findi ;)

Flávia Romanelli disse...

Acho que eu sou filha do demo também rsrs, mas bem educada!

Ju disse...

Falta de consideração é uma coisa terrível.

Acho que é pior do que falta de respeito, às vezes. Pq à falta de respeito vc pode reagir... manda se fuder e pronto.

Já em relação à falta de consideração, não. Se vc foi grossa passa a ser a errada. E se for cobrar, além de ter sempre alguém pra defender, às vezes vc passa uma imagem de mesquinha, tipo... pq sempre vai ter que "jogar na cara" o que fez pela pessoa e que ela não tá retribuindo, né?!

um saco isso!!!

É verdade, é uma questão de educação. Mas, sabe... em certos casos... acho que tem um pouco de esperteza (leia-se=safadeza) da pessoa. N vou nem comentar muito pra n ficar muito grande! rsrs

Interessante... tava pensando em fazer um post exatamente sobre isso... comentando uma história de uma amiga minha, entre outras coisas... quando o fizer, aviso aqui! Quero saber sua opinião!

p.s.: vcs são quantas?!

Bjos

Irmãs disse...

Eu sou filha do Demo igual a vc e a Flavinha! Se bobear levo até o apelido de Satã por ai ...

Gente sem consideração realmente é o Ó.

Beijos!

Sah

Inocente disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Desabafando disse...

nossa..concordo plenamente com vc....tb me irrita isso tudo...detesto amigas que somem com os namorados, aí basta acabar tudo pra me ligar? acha que sou o que né?

Se o "se" não tivesse ficado só no "se" disse...

Nossa, estou até com vergonha aqui do pessoal do laboratório da facu de tanta risada que estou dando, lágrimas escorrem pelo meu rosto nesse momento, vc é engraçada sem querer ou de propósito mesmo? Deve ser uma delícia ser sua amiga.

 
Nossa TPM é sempre aguda! © 2008 Template by Exotic Mommie Illustration by Dapina