09/08/2009

Tá Precisando de Motel?

por Creusa (América)


Se tem uma coisa que sempre me deixa intrigada é o comportamento — ou a falta dele — das pessoas na balada. Neste final de semana, presenciei algo que merece ser compartilhado com as queridíssimas amigas do TPM Aguda.

Que balada é lugar para azaração e pegação, todo mundo sabe. Mas mesmo assim é preciso sempre ter em mente que você está num lugar público e, por mais que balada seja essencialmente um ambiente promíscuo, lembre-se que tudo que você fizer será visto por um determinado número de pessoas, que certamente replicarão a história a incontáveis outras.

Não critico em momento algum quem gosta de beijar na boca e fazer sexo, afinal é muito bom mesmo. Mas tudo tem hora e lugar. Desta forma, é muito provável que você se torne o assunto em todas as rodas de conversa, caso perca os critérios.

Isto posto, já decidi que, caso nada mais dê certo, meu ganha-pão será como agenciadora de motéis. Desta forma, além de faturar um dinheirinho, não precisarei mais presenciar cenas constrangedoras como a que descreverei a seguir.

Um casal se beijava em meio à multidão, embalados pelo som de uma boa banda e muito álcool fazendo efeito. Até aí, tudo normal. Mas não por muito tempo. A empolgação de ambos era tanta que, como se estivessem em um universo paralelo, acredito que eles nem sabiam mais se estavam em um show de rock ou de música clássica. A situação era digna de vergonha alheia.

Tentem visualizar comigo a cena. Além de aparentemente terem ficado surdos, concentrando seus sentidos apenas no paladar e no tato, provavelmente, a libido era tanta que eu achei que eles já fossem foder começar a praticar conjunção carnal ali mesmo.

Tamanho era o frenesi, por vezes quase pude ver os pulmões do rapaz, quando ele escancarava sua boca e projetava sua língua para fora de tal forma que quase se transformava num cachecol para a garota. A essa altura do campeonato, as mãos já não eram nada bobas, percorrendo os corpos um do outro com uma gana indescritível.

Em meio à apalpação e beijos intermináveis, em dado momento pude ver a garota agarrada no rapaz com as pernas, e faltou pouco para que fizessem os movimentos característicos ao ato sexual. Tudo isso seria menos estranho se eles tivessem escolhido um canto escuro do recinto para satisfazer suas necessidades carnais, mas o casal se posicionava exatamente no meio do ambiente, onde todas as pessoas procuravam assistir à banda e bebericar suas cervejinhas.

Como não conheço os incautos, não sei se já estão juntos há algum tempo ou se era a primeira vez que ficavam. Também não pude reparar se a menina tinha alguma maquiagem no rosto, mas acredito que todo e qualquer vestígio de cosméticos que ela tivesse usado no intuito de ressaltar sua beleza — ou diminuir sua feiúra, enfim — já estivesse, naquele momento, no interior do estômago do seu affair.

Outro detalhe que chamou a atenção é que hoje eles devem estar com uma cãibra danada, aliada a dores musculares nas respectivas línguas, pois não os vi pararem para respirar sequer um minuto. Além disso, se eles tivessem, em algum momento, se desgrudado (literalmente), acredito que seria possível visualizar a ereção do rapaz, assim como provavelmente as roupas íntimas da moça já estavam em avançado estágio de umidificação.

Neste contexto, meu ponto é que, se a pegação esquentar demais, pelo amor dos meus futuros filhinhos, saiam do local. Nem que seja para terminar os amassos no carro. Ou, então, vão para os finalmente em um dos estabelecimentos de fim sexual, ou seja, em um motel. Se eles agissem desta forma, eu e todas as outras pessoas ali presentes teríamos sido poupados de presenciar ao vivo um ensaio de filme pornô não recomendado para menores de 18 anos.




Creusa é uma beata convicta. Onde houver uma manifestação religiosa, ela está lá, reprovando o comportamento das pessoas e pregando lições de moral. Contudo, gosta de seduzir homens que não conhece e viver aventuras. Por baixo de seus longos vestidos, sempre usava uma lingerie de tirar o ar e deixar nervoso quem pudesse vê-la. Que o diga Tião, que passou por vários apuros nas mãos da ninfomaníaca em meio às palhas do celeiro da fazenda da viúva Neuta.

14 comentários:

TPM Aguda disse...

MEO! Como eu estava com você nessa baladinha de fds, vou me expressar também.
WHATAHELL era aquilo, meu Senhor? NO MEIO DA BALADA! E o pior é que não eram fedelhos do tipo 15 anos que gostam de mostrar aos amigos que estão iniciando a vida sexual. Eram pessoas vividinhas já.
Como vc bem sabe, tive que me segurar para não chegar bem pertinho dos infelizes e dizer "ARRUMEM UM QUARTO". Sem falar na biscate "ex-estagiária", néé?

ARrg. Cada coisa que somos obrigadas a ver. #vergonhaalheia

Desabafando disse...

kkkkkk....ri mto...tem muita gente sem noção por aí né....

TPM Aguda disse...

HAOIHAOHOAHOAHOAHOIAHOAHOIAHOIAHOA.. pessoas VIVIDINHAS foi ótimo! HAHAHAHAHHAHAHA.. as descrições são sempre muito boas, gurias! Beijos!

DESASSOSSEGADA disse...

Estou no Paraná aqui não temos multinha...

A loira aqui não entendeu o lance da mão mas tudo bem kkkkk

Depois volto com o comentario sobre a sua postagem

DESASSOSSEGADA disse...

Bah que esse tipo de cena ta ficando cada vez mais comum, é uma pegação em qualquer lugar... Isso me deixa constrangida (nossa pareço uma freira falando) mas é serio um pouco de limites não faz mal a niguem.

bjos

Irmãs disse...

Horrivel ... já passei por uma situação parecida, mas acho que mais chata que a sua ... estava com um casal de amigos e a minha amiga começou a forçar o namorado a ir pro Motel ... detalhe: eu estava no banco de trás do carro dela ... agora me responde: Eles iam me largar num ponto de onibus qq ou eu ia ter que ficar no Motel ( creio que na garagem ) esperando eles consumarem o fato?

Que coisa feia ...

Beijos!

Sah

Rê :) disse...

HAUAHUAHAUAHAUAH vergonha alheia em grau mil!

que coisa mais ridicula... hauhaua, bjos

Desabafando disse...

Tem selinhos pra vc la no meu blog...passa lá!

Liana disse...

olha, eu acho isso péssimo. Vai prum canto escuro pelo menos né.

gente q faz isso merece ser filmado e mandado pro youtube (olhas os celulares com cãmera aí gente!!!).

Leite disse...

uhaushashaushsuhaushas.. o fato até que é trágico.. mas a descrição.. muito engraçado! Sabemos em balada é sempre possível dá uns flagras.. mas poucos tão expostos assim! E pasme: já vi coisa parecida em parque! SIM, um parque, cheio de criancinhas.. e um casal lá, na grama. a muher sentada em cima do cara de frente pra ele em movimentos corposrais e manuais muitissimos suspeitos! Nessas horas fica por um fio você chegar lá e dizer: vai pro motel, cara! conheço um de 10 reais, se quise raté pago pra vocês!

Norma Lica disse...

Gente, só eu não me sinto constrangida com esse tipo de coisa? Hahahaha... Concordo que eles deviam sim procurar um canto escuro ou um motel mesmo, mas, na boa, não me sinto mal com essas cenas não, só concordo com a Liana... merece muito ir pro youtube! Hehehe...

Voltando a Liana... beeeeebibe, não vou falar nada sobre o que poderia estar no youtube uma hora dessas, hein! Hahahaha...

;*

Liana disse...

Norma Lica!!! vai q já tá no youtube e eu não tô sabendo...rs... pelo menos não era em balada...rs...

Vennus DeMillus disse...

caramba, hunf...

Vejo isso de dia, de noite em balada, no serviço, em bancos de shopping, lugares públicos,o pessoal parece que viraram cachorro sei lá, se engancham em qualquer lugar, pra quem quiser ver...

Água fria no pessoal do CIO!!!


Beijokas!!!

NINO BELLIENY disse...

Quem procede como os descritos em seu hilário texto,na verdade não faz nada na hora em que deveriam fazer...ficam só no arame liso...exibição pura...gostei da sua observação.

 
Nossa TPM é sempre aguda! © 2008 Template by Exotic Mommie Illustration by Dapina